Deixe seus comentários aqui

Pregnância da Forma

GESTALT DO OBJETOSistema de Leitura Visual da Forma
Fonte: Professor João Gosmes Filho
Pregnância da Forma
A pregnância é a lei Básica da Percepção Visual da Gestalt e, assim definida:
"Qualquer padrão de estímulo tende a ser visto de tal modo que a estrutura resultante é tão simples quanto o permitam as condições dadas".

"As forças de organização da forma tendem a se dirigir tanto quanto o permitam as condições dadas, no sentido da harmonia e do equilíbrio visual'

Em outras palavras, pode-se afirmar que, um objeto com alta pregnância, significa um objeto que apresenta um máximo de equilíbrio, clareza e unificação visual, geralmente apresenta um mínimo de complicação visual na organização de seus elementos ou unidades compositivas. Na figura ao lado, é alto o grau de pregnância. A letra K é de clara e fácil leitura. Ela se destaca bem no contexto compositivo, sobretudo, pela sua cor preta, o que provoca um alto contraste em relação aos outros elementos. Na outra figura direita, é menor o grau de pregnância. A letra K é apenas de razoável leitura, a figura é menos legível que a primeira, por apresentar elementos rebuscados que se confundem com a mesma linguagem formal e a mesma tonalidade cromática que configura a letra.
Comparando-se estas duas imagens, percebe-se que a do lado esquerdo possui um índice de pregnância maior do que a da direita. A razão é muito simples: a primeira imagem apresenta uma melhor organização formal pela própria disposição dos seus elementos na composição -mais soltos, ordenados e equilibrados visualmente. Já a segunda imagem apresenta um número maior de elementos, com maior concentração e sem quase nenhuma regularidade horizontal ou vertical, portanto, com sua harmonia sensivelmente prejudicada.
Aqui, afigura da esquerda apresenta uma média pregnância formal, sua leitura é mais ou menos rápida e de fácil compreensão. Já o grafite da direita possui baixíssima pregnância, sua leitura e compreensão formal são muito mais complícadas e difíceis, ou seja, requerem um tempo muito maior de observação.
Continuando, uma boa pregnância pressupõe que a organização formal do objeto, no sentido psicológico, tenderá a ser sempre a melhor possível do ponto de vista estrutural. Assim, para efeito deste sistema, pode-se afirmar e estabelecer o seguinte critério de qualificação ou julgamento organizacional da forma:
1) Quanto melhor for a organização visual da forma do objeto, em termos de facilidade de compreensão e rapidez de leitura ou interpretação, maior será o seu grau de pregnância.
2) Naturalmente, quanto pior ou mais confusa for a organização visual da forma do objeto, menor será o seu grau de pregnância. Para facilitar o julgamento da pregnância, pode-se estabelecer um grau ou um índice de pontuação como, por exemplo: baixo, médio, alto ou uma nota de 1 a 10, respectivamente, no sentido da melhor para a pior qualificação.

As três imagens acima apresentam baixos índices de pregnância pelo fator de complexidade, que se traduz em excesso de unidades compositivas. Na primeira figura, agravada por certo grau de ambigüidade. Na figura central, a organização formal do emblema é extremamente profusa em elementos simbólicos. Na pintura abstrata, além de sua complexidade, sua harmonia visual é perturbada por diversas irregularidades e pela impressão de sobreposições de elementos formais, orgânicos e geométricos, que não se ajustam de modo coerente, sobretudo com relação às manchas em cores quentes e as muito escuras. Em resumo, as três figuras exigem do observador um tempo maior de atenção para sua leitura. Este tempo maior decorre, exatamente, porque as forças internas de organização da forma, agindo no sistema nervoso do observador, procuram achar a melhor estrutura perceptiva possível no objeto, de modo a permitir a sua decodificação em alguma coisa mais clara e lógica de modo a facilitar sua compreensão.
O interior deste edifício, apesar de apresentar uma boa organização formal, sobretudo pelos fatores de harmonia ordenada e equilíbrio simétrico, possui uma média pregnância. Ou seja, sua leitura e compreensão não são tão imediatas, justamente por ser configurado por diversas unidades formais.


Já a imagem deste palácio, apresenta um elevado grau de organização formal pelos fatores de harmonia e equilíbrio visual, onde predomina o fator de absoluta simetria e, portanto, com alta pregnância. Sua leitura é muita mais rápida e imediata.
Reações:

0 comentário: